É interessante vizualisar o crescimento de um ser vivo ao longo do tempo... Sem dúvida nenhuma que ficamos cada vez mais admirados...


     Ora esta é a história do meu crescimento e do meu desenvolvimento desde gatinha pequena de 2 meses e pouco quando entrei na vida da minha dona, até agora, que já fiz um ano, sou uma gata adulta e só por acaso... Vou-vos contar um segredo meu... Ando atrás de um gato... e estou ansiosa para o encontrar... Faço de tudo para que a minha dona me perceba que eu quero um gato só para mim... mas ela não quer que eu conheça outros gatos nesta altura que eu desejo tanto ter um gato só para mim...


     Há pessoas que querem muitas outras coisas, e seres que desejam muitas festinhas... Eu, nestes últimos dias, por ser uma gata adulta, desejo por tudo por um GATO... Ai como era bom ter aqui um bom gato ao meu lado.!!!! Ai o que eu fazia com ele.....


 


minucge_nova_2.JPG


     Bem... Mas vamos voltar à minha história de hoje... Nasci em Setembro de 2003 e fui abandonada juntamente com as minhas irmãs nma loja de animais para me arranjarem uma dona ou um dono... É verdade que nesses dias estava muito assustada pois o medo era muito ao ter sido afastada da minha mãe e assim a ter que enfrentar o mundo, que não me parecia ao início o melhor sítio para se viver... Mas lá estava eu com as minhas irmãs numa tarde de Novembo (dia 1) quando entra na loja um casalinho a olhar para uma das minhas comidas favoritas... Peixinhos... e naquele caso eram peixinhos vermelhos...


     Estava lá eu bem sossegada com as minhas irmãs, quando de repente a rapariga do casal olha para mim, e para as minhas irmãs e diz... "Estão para venda?", e eu oiço o senhor que me alojou na loja "Não, minha senhora... Estão para dar...São gatos abandonados, e ainda não estão bem cuidados..."... Quando a menina ouviu isto ela nem hesitou e disse logo "Então levo um, agora mesmo..."... e lá foi o dono atrás da minha gaiola para mostrar-me a mim e às minhas irmãs... Estávamos todas um pouco feinhas, remelosas, com algumas pulguinhas a chatear o nosso corpo... mas a menina olhou para mim e decidiu logo ficar comigo, abraçando-me e acariciando-me...


 


Minuche_nova.JPG


    É verdade que fiquei com medo ao início pois estava a ser separada de novo das minhas manas, que tenho hoje muitas saudades, e até que gostaria de saber como é que elas estão.... Mas sei que isso é um pouco mais difícil pois elas também tem agora novas donas...


     Depois lá fui eu então para dentro de outro caixote e triste e com medo, cheguei a uma casa, que descobri mais tarde que fica num sítio muito alto... Mas isso é outra história... Logo que cheguei a minha nova dona tratou de mim, deu-me muita comidinha, e logo eu comecei a brincar com ela, pois já estava a gostar muito dela...


 


Minuche_nova_3.JPG


     Dia a dia fui-me ambientando com a minha nova casa, que sem sombra de dúvidas era muito maior que a gaiola onde eu vivia... Gostei muito... Tinha o meu próprio ninho, o meu local de refeição, comida do bom e do melhor... O que é que queria mais...???? Mas queria... Sim... Queria e quero ter controlo pelo meu espaço todo, e por isso começei a ter o hábito que agora é regra, de dormir na caminha da minha dona, ao lado dela, como se de um peluche eu me tratasse... É verdade que ela queixa-se que eu lhe faço cócegas nos pés e comichões na cabeça com os meus bigodes... Mas ela já se habituou...


Minuche_agora.jpg


     Fui crescendo e cada vez mais ganhando uma melhor postura, ficando cada vez mais bonita, e sempre muito bem cuidada, como estou agora, com lindo pelo, suave e brilhante, uns dentes bem cuidados, sem nenhuma doença, uma Gata de meter inveja a muitos gatos... Pelo menos foi isso que o veterinário (esse filho da mãe que me deu uma injecção que ele disse que era umas vacinas que me iria fazer bem) quando eu fui à minha primeira consulta, à perto de dois dias atrás... Mas é bom me sentir assim... Saudável, com 3,800  kg, apesar de estar numa situação de momento à procura desesperada por um macho... Mas sei que isto me passa...


 


 


minuche_agora_2.jpg


    É verdade que adoro a minha dona, e ainda me lembro a cada noite de jogo de uma equipa qualquer de desporto, ao qual ela chama de Portugal, ela chegava a casa e levantava-me e eu me divertia com ela quando ela gritava "Portugal.... Portugal..." Por acaso durante esses dias sentia que ao redor daquele apartamento, a minha casa, o pessoal ficava por vezes maluco e corria em desaforo e desgarrada pelas ruas... os humanos tem destas coisas estranahas de se esplicar no mundo dos gatos... Eu lá ficava no meu canto, na minha alcofa, a descansar ou então a comer algo se tinha fome, pois a comida que a minha dona me dá é da melhor e é só aquela que eu quero comer, pois nisso eu sou muito selecta... É verdade que não era assim quando era nova... mas comecei a tornar-me um pouco selecta, mas sempre olhando para uma dieta equilibrada pois até que gosto de comer uma alface de vez em quando...


E quando à bebida, adoro beber água directamente da torneira da casa de banho... A minha dona já sabe que todos os dias de manhã tenho sede e ela lá abre a torneira e lá vou eu beber umas goladas... Adoro água fresquinha...


minuche_agora_3.jpg


      Mas ainda mais histórias eu terei que vos contar... que ficarão para uma próxima oportunidade...


Até à próxima...


 


Minuche...

publicado por Shadow_Fighter às 11:21